Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna Acumulado em 12 meses

Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna em Agosto 2022

Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna Acumulado em 2022

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna Acumulado - 04/10/22 às 14:19

Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna Valor
Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna Acumulado
em 12 meses
8,65 %
Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna
Agosto 2022
-0,55 %
Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna Acumulado
em 2022
6,83 %
Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna
 a 

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) acumulado em 12 meses é de 8,65 %.

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) em Agosto 2022 é de -0,55 %.

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) 2022 é de 6,83 %.

O que é o IGP-DI?

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna, também referido pela sua sigla IGP-DI é um indicador do Instituto Brasileiro de Economia, órgão da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ele inclui as movimentações de preços, como o nome sugere, desde as matérias-primas agrícolas e industriais até produtos e serviços que chegam ao consumidor no estágio final.

É válido ressaltar que esse indicador considera apenas produtos do Brasil. Ou seja, quaisquer bens importados ou exportados não vão ser considerados para fins de medição pela FGV.

A divulgação do IGP-DI acontece mensalmente, no dia 10 do mês seguinte à coleta dos dados; e assim ocorre desde o final da década de 1940, quando o índice foi criado.

O IGP-DI é composto de três categorias: o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e o Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), todos calculados pela FGV.

Índice de Produto ao Produtor Amplo-DI (IPA-DI)

O IPA é um indicador de relevância para os comerciantes brasileiros que lidam com o atacado. O Índice de Produto ao Produtor Amplo representa 60% do IGP, é reflete o valor adicionado em diversos setores da economia.

O IPA, para fins de medição, divide-se nos seguintes grupos:

  • produtos agropecuários;
  • produtos industriais de indústria extrativa;
  • produtos industriais de indústria de transformação;
  • matéria-prima bruta;
  • bens intermediários;
  • bens finais.

Por meio dos hábitos de consumo, determina-se a relevância dada a cada grupo. Desse modo, aplicam-se os pesos à variação de preço de cada um. Na atualidade, os produtos industriais oriundos de indústrias de transformação têm o maior peso, exatamente por estarem em maior número.

Índice de Preços ao Consumidor (IPC-DI)

O IPC, por sua vez, mede a variação de preços de um conjunto pré-definido de bens e serviços, adquiridos por famílias que ganham de 1 a 33 salários-mínimos por mês. O IPC representa 30% do IGP.

A pesquisa do Índice de Preços ao Consumidor é diária, e considera sete capitais brasileiras: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Da mesma forma, há a divisão de grupos no IPC. Por exemplo, alimentação, habitação, saúde, entre outras despesas que têm pesos diferentes de acordo com os gastos das famílias. Hoje em dia, a habitação e a alimentação são os grupos com maior relevância para o IPC.

Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI)

O INCC mensura o custo da construção civil no Brasil, e participa do IGP com 10% de peso em sua formação.

O Índice Nacional de Custo da Construção divide os produtos em duas categorias: mão de obra e materiais, equipamentos e serviços.

Como o IGP-DI é calculado?

Para que a FGV chegue ao valor do IGP-DI, ela leva em conta os três índices mencionados anteriormente:

  • Índice de Produto ao Produtor Amplo-DI (IPA-DI);
  • Índice de Preços ao Consumidor (IPC-DI);
  • Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI).

Estes são responsáveis por monitorar a distribuição interna, e têm pesos distintos para o cálculo final do IGP-DI: 60%, 30% e 10% de peso, respectivamente.

Como o IGP-DI influencia na economia e nos investimentos?

Poucos investimentos usam o IGP-DI como indexadores hoje em dia. No entanto, seus efeitos nas aplicações são mais indiretos. O trader percebe a alta do indicador no bolso, já que ele representa um aumento de preços no mercado.

Portanto, saber cada uma de suas implicações nos preços e na economia é essencial para investir com segurança. O IGP-DI mostra claramente a situação econômica dos mercados do atacado, varejo e da construção civil.

Corretora ou Correspondente?
Conheça as vantagens de ser um parceiro do Melhor Câmbio
+ de 1 milhão usuários únicos por mês
1.600+ parceiros integrados
+R$ 1 milhão negociados por dia
Melhore sua
presença digital
Aumente a exposição
da sua marca
Suas taxas atualizadas
em tempo real
Aumente os
seus resultados
Conecte-se a milhares
de usuários
Negocie online através
de um broker
Seja nosso parceiro
Carregue o Melhor Câmbio no bolso com você!
Baixe o App do Melhor Câmbio e monitore a cotação de 22 moedas em tempo real. Crie alertas de câmbio, faça remessas internacionais, consulte commodities, índices econômicos e muito mais.
Google Play Apple Store
© 2022 – MelhorCambio.com Ltda – CNPJ: 23.860.558/001-42
[email protected]
Remessa online com a menor taxa do mercado?
Clique Aqui