Reserva Internacional Acumulada em 12 meses

Reserva Internacional em Agosto 2022

Reserva Internacional Acumulada em 2022

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

Reserva Internacional Acumulada - 04/10/22 às 13:11

Reserva Internacional Valor
Reserva Internacional Acumulada
em 12 meses
US$ 4,30 tri
Reserva Internacional
Agosto 2022
US$ 0,34 tri
Reserva Internacional Acumulada
em 2022
US$ 1,76 tri
Reserva Internacional
 a 

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

A Reserva Internacional (RI) acumulada em 12 meses é de US$ 4,30 Trilhões.

A Reserva Internacional (RI) em Agosto 2022 é de US$ 0,34 Trilhões.

A Reserva Internacional (RI) 2022 é de US$ 1,76 Trilhões.

O que são as RI?

Chamam-se reservas internacionais os ativos brasileiros presentes em moeda estrangeira, que servem como uma espécie de seguro para crises econômicas e/ou cambiais.

As RI funcionam como uma garantia em relação às obrigações do Brasil no exterior, de que problema de natureza externa não vai interferir nos relacionamentos com outras nações e endividar o país. Por exemplo, interrupções nos fluxos de capital, crises cambiais e outras intercorrências relacionadas a dinheiro que podem vir a acontecer entre nações.

Em nosso caso, adotamos o regime de câmbio flutuante. Isso significa que essa margem de segurança ajuda no mercado de câmbio, nas variações do real em relação ao dólar, e também influencia no mercado. Afinal, isso traz mais previsibilidade e segurança para investidores e a economia em si.

A alocação das RI é de responsabilidade da Diretoria Colegiada do Banco Central, de acordo com a necessidade dos investimentos. Observa-se o tripé segurança, liquidez e rentabilidade, nessa ordem de importância.

Do que são compostas as reservas internacionais?

As reservas internacionais são administradas pelo Banco Central do Brasil, que gere a política econômica de todo o país. As RI são compostas de ativos, e ao contrário do que algumas pessoas pensam, não são compostas apenas de ouro. Entre esses, temos:

  • títulos: investimentos;
  • ouro;
  • direitos especiais de saque no Fundo Monetário Internacional (FMI): uma espécie de moeda utilizada pelos Bancos Centrais, criada pelo FMI;
  • depósitos no Banco de Compensações Internacionais (BIS): organização internacional para regular o sistema monetário internacional;
  • depósitos em moedas estrangeiras: dólar, dólar canadense, dólar australiano, euro, libra esterlina e iene;
  • entre outros.

Até o fim de 2020, o Brasil detinha cerca de 93% da reserva internacional de títulos conversíveis em dólares, e dólares depositados em bancos estrangeiros no FMI e BIS. À época, pouco mais de 1% das RI eram compostas de ouro.

No entanto, no ano de 2021 o nosso ouro em RI aumentou para 2,1%. Já em agosto, o Banco Central do Brasil havia comprado mais de 60 toneladas de ouro. Com isso, chegamos à posição 28 dos países com mais reservas de ouro, o que ainda é pouco em comparação com outras nações.

O grande destaque nas reservas internacionais brasileiras ainda são os títulos. Essa discrepância só serve para mostrar como as RI são voláteis e complexas, e o BC as administra de modo a diminuir riscos, aumentar o crédito e permitir maior quantidade de operações.

Qual a importância destas reservas para a economia brasileira?

As RI são relacionadas de modo direto a uma política de câmbio. Afinal, se o volume de dólar injetado no mercado brasileiro baixo, a moeda vai valorizar e desvalorizar o real, em grande quantidade. Para evitar esse tipo de oscilação brusca, as reservas internacionais garantem a estabilidade para o país.

As intervenções do BC, nesse sentido, são muito importantes para que o real tenha força no mercado nacional e internacional. No entanto, elas devem ser pontuais e exceções. Afinal, esse tipo de interferência é considerado de alto risco.

No momento em que uma empresa investe, ela procura o cenário ideal para aplicar suas reservas. Na grande maioria das vezes, esse cenário ideal é um mercado livre, com pouca interferência estatal. Afinal, quanto menor for a interferência do Estado, maior vai ser a liberdade do mercado e da economia.

Corretora ou Correspondente?
Conheça as vantagens de ser um parceiro do Melhor Câmbio
+ de 1 milhão usuários únicos por mês
1.600+ parceiros integrados
+R$ 1 milhão negociados por dia
Melhore sua
presença digital
Aumente a exposição
da sua marca
Suas taxas atualizadas
em tempo real
Aumente os
seus resultados
Conecte-se a milhares
de usuários
Negocie online através
de um broker
Seja nosso parceiro
Carregue o Melhor Câmbio no bolso com você!
Baixe o App do Melhor Câmbio e monitore a cotação de 22 moedas em tempo real. Crie alertas de câmbio, faça remessas internacionais, consulte commodities, índices econômicos e muito mais.
Google Play Apple Store
© 2022 – MelhorCambio.com Ltda – CNPJ: 23.860.558/001-42
[email protected]
Remessa online com a menor taxa do mercado?
Clique Aqui