Variação da Taxa de Desocupação em 12 meses

Taxa de Desocupação em Junho 2022

Variação da Taxa de Desocupação em 2022

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

Variação da Taxa de Desocupação - 12/08/22 às 03:40

Taxa de Desocupação Valor
Variação da Taxa de Desocupação
em 12 meses
-37,16 %
Taxa de Desocupação
Junho 2022
9,30 %
Variação da Taxa de Desocupação
em 2022
-16,22 %
Taxa de Desocupação
 a 

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

A variação da Taxa de Desocupação (TD) acumulada em 12 meses é de -37,16 %.

A Taxa de Desocupação (TD) em Junho 2022 é 9,30 %.

A variação da Taxa de Desocupação (TD) 2022 é de -16,22 %.

O conteúdo abaixo é de caráter exclusivamente informativo.

O que é a taxa de desocupação?

A taxa de desocupação, também chamada de taxa de desemprego ou por sua sigla TD, é um indicador econômico que é divulgado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O cálculo de desocupação no Brasil considera quem faz parte da população economicamente ativa (PEA), que são as na faixa etária para trabalhar. O índice PEA inclui pessoas de 14 anos ou mais, inseridos no mercado ou que buscam trabalho. Ou seja, quem está na idade para trabalhar, mas não busca trabalho, não é considerado como PEA.

Para compreender a taxa de desocupação, também devemos entender o que é trabalho, que consiste na ocupação remunerada economicamente em dinheiro ou outros meios não monetários.

A atividade econômica não remunerada, se exercida por um mínimo de 15 horas semanais, em sua unidade domiciliar, instituições religiosas, centros beneficentes, cooperativismo ou na condição de aprendiz também é considerada trabalho.

Como a TD é calculada?

O cálculo da TD é um pouco complexo. Para entender, é preciso saber que nem toda pessoa sem emprego é considerada desempregada, para fins de cálculo.

De acordo com o IBGE, há algumas pessoas que não são consideradas desempregadas, mesmo sem ter um vínculo empregatício. Confira.

·         universitários que dedicam seu tempo somente aos estudos;

·         donas de casa que não trabalham fora;

·         empreendedores que possuem o seu próprio negócio.

O IBGE afirma que, no primeiro e segundo casos, os universitários e as donas de casa são considerados fora da força de trabalho. O empreendedor, por sua vez, é ocupado.

Os indivíduos que desistiram de procurar empregos são registrados como desalentados. O mesmo ocorre com quem recebe o seguro-desemprego.

Os trabalhadores que não recebem remuneração, por sua vez, ainda são considerados empregados. Por conta disso, o cálculo é alvo de críticas. Além disso, os beneficiários de programas sociais podem ou não ser classificados como força de trabalho economicamente ativa.

O cálculo da taxa de desocupação (TD) em si leva em conta a população que é considerada desocupada (PD) e a população economicamente ativa (PEA). Após tirar a média entre esses dois números, é preciso multiplicá-lo por 100.

TD = (PD/PEA) x 100

O método utilizado para se calcular a taxa de desocupação é alvo de bastante controvérsia entre os especialistas da área. Parte da crítica se justifica pelos economistas considerarem que a análise subestima o real desemprego em nosso país.

Quais são os impactos da TD na economia?

A TD, entre outros aspectos, mostra a quantidade de indivíduos que atualmente estão sem ocupação e estão à procura de uma oportunidade no mercado de trabalho.

Mesmo que indiretamente, esse indicador mostra como está a economia do Brasil. Apesar de a crescente informalidade, por exemplo, ser um óbice a um número mais concreto, a taxa de desocupação é um indicador importante que impacta no dia a dia do brasileiro.

Por que acompanhar os valores da taxa de desocupação?

As informações acerca do desemprego de uma nação dizem muito sobre o estado atual de sua economia. Por exemplo, ao ser decretada a pandemia do novo coronavírus, muitos empreendimentos acabaram por fechar as portas.

Nesse momento, a taxa de desocupação inevitavelmente subiu. Por mais que o indicador seja alvo de críticas, ainda é seguro se basear nele para acompanhar as variações na condição econômica do país como um todo.

Corretora ou Correspondente?
Conheça as vantagens de ser um parceiro do Melhor Câmbio
+ de 1 milhão usuários únicos por mês
+ de 1.600 parceiros
+R$ 1 milhão negociados por dia
Melhore sua
presença digital
Aumente a exposição
da sua marca
Suas taxas atualizadas
em tempo real
Aumente os
seus resultados
Conecte-se a milhares
de usuários
Negocie online através
de um broker
Seja nosso parceiro
Carregue o Melhor Câmbio no bolso com você!
Baixe o App do Melhor Câmbio e monitore a cotação de 22 moedas em tempo real. Crie alertas de câmbio, faça remessas internacionais, consulte commodities, índices econômicos e muito mais.
Google Play Apple Store
© 2022 – MelhorCambio.com Ltda – CNPJ: 23.860.558/001-42
[email protected]

Remessa online com a menor taxa do mercado? Clique Aqui