Variação do Volume de Vendas no Varejo em 12 meses

Volume de Vendas no Varejo em Fevereiro 2022

Variação do Volume de Vendas no Varejo em 2022

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

Variação do Volume de Vendas no Varejo - 25/05/22 às 15:28

Volume de Vendas no Varejo Valor
Variação do Volume de Vendas no Varejo
em 12 meses
1,30%
Volume de Vendas no Varejo
Fevereiro 2022
87,22 p
Variação do Volume de Vendas no Varejo
em 2022
0,72%
Volume de Vendas no Varejo
 a 

Remessa online com a menor taxa do mercado?

Saiba mais

Ver valor do Dólar Hoje

A variação do Volume de Vendas no Varejo (VVV) acumulada em 12 meses é de 1,30 %.

O Volume de Vendas no Varejo (VVV) em Fevereiro 2022 é 87,22 pontos.

A variação do Volume de Vendas no Varejo (VVV) 2022 é de 0,72 %.

O que é o VVV?

A venda e comercialização de produtos ou de serviços, em quantidades reduzidas, ao contrário do atacado, é chamada de varejo. O volume de vendas do varejo (ou VVV), por sua vez, consiste da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), que como o próprio nome diz tem divulgação mensal.

O volume de vendas do varejo é uma pesquisa de empresas que objetiva criar indicadores concretos para o acompanhamento dos principais segmentos do comércio varejista. Essa pesquisa, mais conjuntural, complementa indicadores mais gerais e abrangentes do comércio brasileiro, como a Pesquisa Anual de Comércio (PAC), que visa acompanhar os hábitos de comércio do país.

Para isso, o VVV pesquisa em empresas registradas no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), com vinte ou mais funcionários, ocupadas na PAC e cuja receita bruta seja proveniente, predominantemente, da atividade varejista.

No conceito de varejo englobado pela pesquisa, inclui-se tanto o varejo ampliado (que contém vendas de veículos e materiais de construção) quanto o varejo restrito (que não contém vendas de veículos e materiais de construção).

O cálculo e a divulgação da PMC são de responsabilidade do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A primeira vez que esse indicador foi divulgado foi no ano de 1995, à época englobando apenas a região metropolitana do Rio de Janeiro. Hoje em dia, cada estado tem a sua independência quando se fala na Pesquisa Mensal do Comércio. Isso ocorre de modo a dar indicadores mais precisos, já que o Brasil é um país grande em extensão territorial.

Como o volume de vendas do varejo é calculado?

O volume de vendas do varejo, através da PMC, é calculado por amostragem probabilística realizada em todos os estados. Ela recolhe estimativas dos totais populacionais, referentes à receita bruta variável, por estado e por atividade.

Esses dados são, então, utilizados para montar a pesquisa que é divulgada mensalmente. Os cálculos são realizados com o software X12 ARIMA, do U.S. Census Bureau.

A amostra da pesquisa é probabilística, e dispõe o resultado de onze atividades, que são chamadas estratos naturais. Para cada um destes são criados três estratos, como se fossem sub-estratos:

  • gerencial - empresas que atuam em mais de uma Unidade da Federação;
  • certo - grandes empresas (a depender de sua Receita Bruta de Revenda) atuantes em apenas uma Unidade da Federação;
  • amostrado - empresas não grandes atuantes em apenas uma Unidade da Federação.

Nos estratos G (gerencial) ou C (certo), as empresas são incluídas na amostra em sua totalidade. As empresas do estrato A (amostrado), por sua vez, são selecionadas de forma aleatória simples sem reposição.

São selecionadas amostras em cada estado, o que torna precisa a pesquisa do VVV. O tamanho da amostra de extrato é calculado de modo a assegurar que a variável receita bruta de revenda, em cada estrato natural, tenha uma margem de erro de 10% para variação.

Por que é importante se atentar ao VVV?

A Pesquisa Mensal do Comércio visa refletir o comportamento do varejo no Brasil. Portanto, é possível afirmar que a uma grande importância nesses dados para o mercado como um todo.

O setor de comércio de serviços é um dos que mais emprega no Brasil. Se o setor estiver muito aquecido, mais empregos vão ser gerados. E vice-versa.

Essa importância é refletida também nos investimentos. O crescimento do VVV impacta a Bolsa de Valores e o Produto Interno Bruto (PIB), já que o crescimento do comércio pressupõe uma alta demanda, o que gera uma economia mais aquecida no geral.

Corretora ou Correspondente?
Conheça as vantagens de ser um parceiro do Melhor Câmbio
+ de 1 milhão usuários únicos por mês
+ de 1.600 parceiros
+R$ 1 milhão negociados por dia
Melhore sua
presença digital
Aumente a exposição
da sua marca
Suas taxas atualizadas
em tempo real
Aumente os
seus resultados
Conecte-se a milhares
de usuários
Negocie online através
de um broker
Seja nosso parceiro
Carregue o Melhor Câmbio no bolso com você!
Baixe o App do Melhor Câmbio e monitore a cotação de 22 moedas em tempo real. Crie alertas de câmbio, faça remessas internacionais, consulte commodities, índices econômicos e muito mais.
Google Play Apple Store
© 2022 – MelhorCambio.com Ltda – CNPJ: 23.860.558/001-42
[email protected]

Remessa online com a menor taxa do mercado? Clique Aqui